sábado, 5 de novembro de 2016

Aniversário do blog – Seis anos com a Espiritualidade

É comemorado, com alegria nos nossos corações, mais um ano de intensa atividade. O Blog Espiritualidade completa hoje seis anos de comunicação entre os planos Espiritual e Material. O mundo encarnado tem a oportunidade de ter um canal com o Mundo Espiritual através das mensagens e histórias que são oportunamente dadas ao público.
Muitos têm feito dessas mensagens suas mais sinceras reflexões. Questionamentos e opiniões, assim como também descobertas e estímulos. Os textos sempre buscam destacar a comunicabilidade entre mundos. O pressuposto está amparado no frontispício elencado no Livro dos Espíritos, por Allan Kardec, a de que a comunicabilidade com o mundo invisível é um quesito dos Espíritas.
Acreditar nos espíritos são significa que se acredita na comunicabilidade. E é no sentido da comunicação e intercâmbio de informações, de aprendizados, que o Blog Espiritualidade se destina.
As histórias ou textos são previamente cotejadas no Mundo Invisível, no Mundo Espiritual, e só depois de exame maior é que as mesmas são trazias aos encarnados. O respeito, a disciplina e a condição de entendimento são minuciosamente analisadas. Os efeitos de suas leituras e como se refletirá nos leitores também são cotejadas.
Há histórias e textos com endereço certo, mas extremamente sutil ao leitor; tal como o invisível trabalha. Mas as dinâmicas de pensamentos não ficam sozinhas. As leituras chegam aos que necessitam ler ou precisam de uma abertura da consciência espiritual para mais facilmente pensar e conversar com seus mentores, mentoras, amigos ou familiares que amorosamente lhes querem tocar na Alma.
Durante as leituras, luzes flamantes se fizeram e fazem em diversas circunstâncias e não raro alguns terrenos sentiram os seus efeitos de maneira própria.
Na data de hoje, desejamos que continuem acreditando no amor incondicional. E mantenham sempre presente em suas mentes que o Mundo Espiritual se comunica com vocês, a todo o momento, pelos pensamentos.
Fiquem com Deus!
Irmão Aníbal

Psicografado em 05 de novembro de 2016.

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Música celestial

Muito fiquei pensando, certa vez, sobre as diferentes músicas celestiais que tive a oportunidade de prestigiar em visitas guiadas aos planos superiores. Em particular aos planos angelicais.
Sempre pensei que a musicalidade estava condicionada a instrumentos para produzir vibrações que afetem os sentidos e a emoção. Mas verifiquei que nos planos angelicais essa premissa é desfeita.
Quando chegamos a cidade Grande Coração, já havia notado algumas nuances que colocavam meu pensamento em questão. A dúvida era de outra percussão. E as notas afinadas já originavam de outra situação.
Mas foi na visita a cidade Consolação Divina, localizada em vibração angelical, que tive a dúvida confirmada. Lá a atmosfera é completamente etérea. Na verdade, tudo lá é etéreo. É como se tudo fosse algo que vaporoso; para me fazer entender.
Lá, ao presenciarmos uma plêiade de almas angelicais entoarem a musicalidade de boas-vindas e de aleluias para nós que visitávamos sob condições especiais, entoaram sons e notas que vibravam apenas com o pensamento dos nossos anfitriões. Sem instrumentos.
Vi e senti a música celestial ser originária de orações. Sim! Nossos anfitriões estavam orando pela nossa presença. Eles oravam pelo fato de existirmos e sermos irmãos. E a oração vibrava na atmosfera e produzia melodias arrebatadoras que também perfumavam e coloriam com brilhos todo o ambiente; e faziam tudo aquilo com tal amor que o som, o perfume e aquela infinidade de gotículas luminosas, pareciam nos embalar como uma mãe faz com seus filhos.
Com muito amor para com todos!

Fiquem com Deus!
Irmão Beethoven
Psicografado em 25 de outubro de 2016.

domingo, 18 de setembro de 2016

Voltas da Vida

Enquanto o caixão descia na sepultura...
Eu olhava a tristeza dos que por ali lotavam.
Em tempo fugidio, diversas lembranças se faziam...
Diante dos meus olhos, luzes e sombras...
E a consciência, quase que numa dormência,
Se refestelava com as peripécias da infância.
Quantos risos! Quantos choros! Quantos colos!
Curativos apenas na gravidade.
A vida tem jornadas.
E quantas são as que já passei?
Mas, e as que ainda terei de passar?
És bela experiência de ir e voltar.
Desde que se caminhe conforme o andar...
Pisando pelos trilhos que me foram indicados...
Claro que descarrilando algumas vezes!
A dor é menor quando retornar.
E me vi ali... no caixão.
Mas também me vejo aqui...
Ladeado por aqueles que me amam!
No caixão, as flores!
E no ar; perfumes a me encantar!
Seguir... para depois voltar.
São as voltas que a vida dá.

Irmão Atanagildo

Psicografado em 17 de setembro de 2016.

domingo, 31 de julho de 2016

Evoluir

O espírito está encarnado para seguir preceito divino ininterrupto, que é o de evoluir sempre.
Portanto, cabe a cada espírito seguir o caminhar que lhe é colocado na escola da vida. Essa caminhada é acompanhada por uma plêiade de amigos, mestres e professores que se disponibilizaram em auxiliar no progresso do espírito que encarna. De forma que ninguém está sozinho na caminhada da encarnação.
Reparem o quanto os pensamentos se multiplicam quando se começa a questionar sobre alguma atitude ou ação que deve ser tomada na caminhada da vida. Assim é com os processos de desenvolvimento da racionalidade do espírito. Suas escolhas colaboram para a evolução ao conjunto de encarnados que lhe cercam. Todos os seus próximos também crescerão, compartilhando as caminhadas.
Ao espírito encarnado a evolução nunca se faz sozinha. O espírito encarnado evolui junto com os demais encarnados. Mas temos que afirmar ainda que, ao espírito encarnado, a evolução não se faz separada da espiritualidade. E essa evolução com a participação constante da espiritualidade pode ser notada pelos espíritos encarnados em analisar os diferentes caminhos do pensamento. Ou seja. Ninguém pensa sozinho, pois a espiritualidade conversa constantemente com seus pensamentos e contribui em seu evoluir.
Fique em Paz!
Irmã Dienifer
Psicografado em 30 de julho de 2016.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Ante as dificuldades

Calibre seus pensamentos, pois diante das dificuldades, faz-se necessário ajustar as ideias para evitar exageros que poderão causar a ruína moral. Por vezes, se esforce em pensar na melhor sorte no porvir. Deveras que a demora da melhora pode se realizar com mais dureza. Mas lembre-se que a dor também ensina. E na Terra, escola santificada, o ensino ainda se faz a duras penas.
Mesmo diante da agudeza diária, ergue teus olhos ao céu, seja dia ou noite, e reflete nas dificuldades que já superou. E mais uma dificuldade a superar será apenas mais uma na escalada da vida. Compreendas que das batidas no malho se faz a melhor lâmina. A beleza e a virtude se fazem também em conformidade com a força da batida, com as dificuldades da vida, e mediante a superação.
Diante das dificuldades é que se faz o nascimento de novos pensamentos; que necessitam ser positivados no bem para somar virtudes à consciência e ensino aos demais espíritos que lhe terão como exemplo. Ora, quantos são os exemplos de superação que damos em mãos quando se está em dificuldades? E será que a dor deles foi menor que a sua? É difícil medir. Mas cabe atenção ao nobre espírito na Escola da Vida: ante as dificuldades, supere seus sentimentos hostis e remorsos dolorosos, pois a superação é momento de moralização.

Querido irmão ou irmã leitora, muito nos agrada sua presença e seus pensamentos no ato da leitura. Suas reflexões são ouvidas e trabalhadas em foro íntimo com diversos professores da espiritualidade.

Fique com Deus!
Irmão Atanagildo

Psicografado em 12 de julho de 2016.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Vibração

Encarnar, desencarnar, encarnar outra vez e outra vez desencarnar e repetir o processo tantas e tantas vezes... e progredir sempre.
A vida não tem um fechamento, mas um fim de ato para iniciar outro. É esse o jogo que cada Alma executa no Universo. E nesse deslindar de peças, são muitos os atores e atrizes, coadjuvantes, cinegrafistas, roteiristas, maquiadores, e tantos outros profissionais e amadores que contribuem para o progresso da Alma.
Ninguém fica parado. A sensação de imobilidade ou de estagnação da Alma é uma ilusão no jogo de luzes da relatividade. Entre os seres, o espaço e o tempo vibram com o acorde do coração. Pensamentos estabelecem campos magnéticos e centros gravitacionais. E o que significa o elétron nisso tudo? Ele é uma ferramenta para a evolução das Almas.
O pensamento faz o elétron vibrar, o coração pulsar, a língua falar, a mão acariciar... O pensamento que vibra o elétron e esse também faz vibrar o pensamento. E assim tudo se encadeia nas misteriosas redes que unem todos os seres da criação... e que nos unem ao Pai Celestial.
Fiquem com Deus!
Irmão Ladislau
Psicografado em 27 de junho de 2016.