terça-feira, 16 de junho de 2015

Na natureza tudo se encadeia

Já foi dito pelos filósofos antigos que na natureza tudo se encadeia. Desde a mais insignificante partícula, até a mais complexa criação.
Fato é que pouco ou nada está desalinhado. Pois o grande mistério para o ser é perceber como esse encadeamento se dá... como esse encadeamento se processa.
Ora; são muitas as criaturas que concorrem para tal trabalho. Atividade incessante que atende a uma Inteligência maior. É essa Inteligência a que chamamos de Deus. Único e Soberano, nosso Pai Celestial oportuniza que cada criatura, desde a mais pequenina, faça parte da atividade misteriosa do encadeamento entre os seres. São Almas em todas as escalas que concorrem em aprender e ensinar, em compreender e fazer compreender.
Cabe ao homem buscar a compreensão de tal encadeamento, assim como nós na Espiritualidade buscamos a compreensão dessa rede invisível de atividades, necessidades e dedicações que ligam todos no Universo.
E é assim que a Alma se faz. Alma, ser individual e inteligente que independe da matéria para existir, mas que, no entanto, depende da matéria e do concurso de outras Almas para evoluir mais rápido em direção ao Pai Celestial. E é pelas Almas de cada ser do Universo que tudo se encadeia na natureza.
Misericórdia Pai Celestial, pois ainda estou cá embaixo, entre desafios existenciais e percalços materiais, numa existência que me empolga a cada momento em querer reencarnar novamente. E poder na matéria, entre os encarnados, aplicar os estudos que fiz na Espiritualidade.
Concede nova oportunidade! Quero contribuir com a humanidade. Quero oportunizar aos que por mim passarem a certeza da vida eterna e o de amar sem nada cobrar ou mesmo condicionar.
Os trabalhos são muitos e nas atividades que participei com as diversas equipes da Irmandade Espiritual, aprendi sobre os Irmãos pequeninos, aqueles que olham para a humanidade e a tem como deuses. Esses pequeninos que encarnam nos organismos de animais e que tanto contribuem para o desenvolvimento humano, mas que ainda carecem de maior entendimento sobre seus lugares na natureza. Ou essas pequeninas Almas que encarnam nos organismos dos vegetais, que de seus organismos deixam os nutrientes e os medicamentos necessários para a saúde humana. E todas aquelas Almas, em qualquer escala de conhecimento, estando encarnadas ou não, mas que oportunizam a reflexão e a construção do entendimento social.
Contemplo agora as redes infinitas das Almas, desde a diminuta molécula até ao Anjo. Tudo se encadeia na natureza. E tudo evolui em tua direção Pai Celestial. Na direção do Amor.
Fiquem com Deus!
Irmã Lúcia Miranda

Psicografado em 15 de junho de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário