segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Luz Divina – Cidade Espiritual localizada sobre Minas Gerais – Parte I

Nessa altitude, que não sei precisar, a nave parou por um momento.
-Charles, chegamos numa região mais evoluída do plano espiritual. A região crística fica duas mais acima desta. Mas para lá ainda não temos tecnologia para chegar. Repare que nessa altitude onde nos encontramos, temos condições de vislumbrar todas as cidades até a crosta da Terra.
De fato, a visão era impressionante. Todas aquelas cidades espirituais pareciam ter se descolado da crosta e estavam flutuando na atmosfera. Bartolomeu explicou que nessa zona, mais elevada e sutil, os espíritos têm liberdade para visitar as regiões espirituais à baixo. Informou que a cidade Luz Divina está localizada sobre Minas Gerais.
A nave começou, então, a andar na horizontal. Ao longe e abaixo, visualizava outras cidades espirituais. E logo vi, na nossa frente, ainda à distância, a cidade Luz Divina. Tudo ali parecia vaporoso. O chão que surgiu logo abaixo da nave, como se chegássemos num tapete verde, parecia um vidro. O brilho do ambiente se assemelhava ao amanhecer. Logo surgiu um verde muito vivo, como se fosse o gramado de um campo de futebol. Uma avenida cortava esse campo em direção à cidade. Em cada lado dessa avenida, canteiros de flores brilhavam com um colorido metálico. Misturado com tons de amarelo, amarelo ouro, azul, violeta, verde, rosa e até prata, entre outras cores.
Ao nos aproximarmos, reparei que a cidade não tinha muros e as casas, cobertas de flores, começavam logo após um conjunto enorme de jardins com flores que pareciam violetas. O jardim cercava a cidade como um tapete de flores. Na entrada da cidade, pela avenida onde andávamos, existe um gigantesco pórtico, de material branco e prata, em forma de arco. Na medida em que nos aproximávamos da entrada, reparei que junto ao pórtico estava um grupo de seis espíritos reunidos. Todos em formato vaporoso, com vestes brancas.
A sensação do local é de uma paz impressionante. Sentia-me leve e tranquilo. Por um momento senti vontade de descer para ficar ali. Bartolomeu disse que nossa oportunidade era só a de conversarmos com os irmãos que estavam nos aguardando na entrada da cidade.
A nave estacionou um pouco a frente do pórtico, dentro da cidade, uns vinte metros, onde esse grupo de espíritos estava nos aguardando.
Perto do pórtico, reparei que sua base era extremamente grande; creio que em torno de uns quarenta metros de diâmetro, coberto de trepadeiras em flores violetas até uma altura de uns dez metros. Ali de baixo a impressão era de que o pórtico subia até tocar o céu.
Quando paramos, o grupo de seis espíritos se aproximou da nave. Todos tinham um sorriso que tranquilizava. Bartolomeu disse-me que não iríamos descer da nave e que conversaríamos dali mesmo, pois caso contrário, sem as condições produzidas pela nave, não veríamos os irmãos e nem a cidade. Foi quando um deles começou a falar com nós. Desejou-nos muita paz, luz e amor:
-Meus queridos irmãos! Irmão Bartolomeu. Irmão Anastácio. Irmão Charles. Todos são bem vindos à cidade Luz Divina. Que Deus derrame muita paz, luz e amor nos vossos corações. Há muito tempo aguardamos por esse momento. O sublime momento quando um irmão encarnado possa ver e escrever sobre essas dimensões da espiritualidade que fazem parte do planeta Terra. Sou o irmão Eurípides e no momento estou encarregado das atividades de apresentação da cidade, juntamente com nossos outros irmãos e irmãs.
Nisso o Eurípides passou a apresentar cada uma das entidades que estavam ali. Conforme ele ia apresentando, a entidade se movimentava com um passo para frente e nos cumprimentava.
-O irmão Valdo, responsável pelas atividades de cristianização e evangelização, mostrará o templo de atividades destinadas à ascensão espiritual. Nosso irmão Márcio, que cuida das comunicações, mostrará o como nossas atividades espirituais estão interligadas com outras regiões espirituais e com outros planetas. A irmã Elisa, cuidadora do Templo das Flores, onde os irmãos se energizam para as atividades de socorro aos irmãos nos planos das sombras. A irmã Míriam, mostrará o Templo das Luzes, local de encontro com irmãos da espiritualidade superior. E o irmão Eliseu, responsável pelo Templo da Fraternidade Cósmica, onde fluidos, destinados às curas espirituais, são preparados e enviados para os trabalhos magnéticos de curas e de passes aos irmãos necessitados.
Bartolomeu dirigiu-se às entidades, agradecendo a atenção.
-Irmão Eurípides, irmão Valdo, irmão Márcio, irmã Elisa, irmã Míriam, irmão Eliseu. Que Deus ilumine vossos corações com as bênçãos de amor, afetuosidade, carinho e paz. É muito gratificante este momento em que recebi a permissão para conduzir nosso irmão Charles, com o propósito de conhecer este plano de louvor ao Altíssimo. Que a graça do Senhor nos acompanhe.
Apesar de estarmos dentro da nave, minha impressão era de que não havia nenhum equipamento que nos separava do ambiente externo. A conversa acontecia normalmente, sem notar nenhuma situação física que prejudicasse de alguma maneira o diálogo. Também aproveitei a situação e agradeci a oportunidade.
-Irmão Eurípides, agradeço pela oportunidade de conhecer esta cidade. Para mim é uma surpresa gratificante estar vislumbrando este plano espiritual. Confesso que na presença de vocês eu estou me sentindo muito bem; com muita paz no coração.
Eurípides sorriu e destacou a importância do momento.
-Querido irmão Charles. As atividades desenvolvidas na cidade Luz Divina também são realizadas por outras que se encontram no mesmo plano espiritual. Aqui temos uma enorme relação de irmandade e trabalhamos permanentemente pelos nossos irmãos menores. Dentro dos mandamentos divinos, nos cabe a missão de amar sem pedir nada em troca. E ficamos muito felizes quando nossos irmãos encarnados conseguem retribuir da mesma forma ao realizar as atividades de auxílio e orientação aos necessitados. Cada pequeno gesto nesse sentido corresponde a uma preciosa oração que irmana os planos em desenvolvimento. Estamos sempre acompanhando nossos irmãos, estejam eles onde estiverem. Nossa dedicação e comprometimento com o bem é eterna e nossa dedicação e auxilio para quem trabalha pelo bem é permanente. Agora nós vamos até a área dos templos, onde você conhecerá sobre algumas de nossas atividades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário